Doenças venosas: varizes, vasinhos e insuficiência venosa

As veias têm a função de transportar sangue para o coração, e para as veias das pernas, esse trabalho é particularmente difícil, pela distância do órgão e a força da gravidade, isso explica o fato de que colocar os pés para o alto um pouco, facilita o trabalho dessas veias e ajuda a desinchar ou melhorar a pressão nas pernas.

Caso, por algum motivo, essas veias diminuam sua capacidade de trabalho, o sangue acumula-se nas pernas e podem se desenvolver várias formas de doenças venosas.

Hoje, é comum jornadas de trabalho que exigem a permanência em pé ou sentado durante longos períodos. Isso atrapalha o retorno do sangue dos membros inferiores ao coração e, como resultado, causa desconforto, peso, cansaço nas pernas e grande possibilidade de surgimento de varizes ou outras doenças venosas.

Cerca de 30% das mulheres e 10% dos homens procuram ajuda médica devido a doenças venosas, nos países industrializados.

Quando o sistema circulatório é afetado

A doença venosa crônica (DVC) e a doença hemorroidária, que afetam um grande número de pessoas, manifestam-se de maneiras diferentes e possuem uma origem comum: inflamação da veia. Por esse motivo, é muito importante tratar desde os primeiros sintomas e assim evitar ou retardar o desenvolvimento da doença para estágios mais avançados.

Fatores de risco para desenvolver uma doença venosa

Os casos em que existe maior risco de sofrer de insuficiência venosa são:

  • Obesidade;
  • Gravidez e uso de anticoncepcionais orais
  • Permanência por longos períodos de pé ou sentado;
  • Vida sedentária;
  • História familiar de varizes ou insuficiência venosa crônica;
  • História prévia de trauma no membro inferior afetado;
  • História de tromboflebite.

PERGUNTAS FREQUENTES

Os sintomas mais comuns que se podem manifestar em pessoas com insuficiência venosa são sensação de peso e dor no membro afetado, coceira, sensação de cansaço, caibras noturnas e formigamento.

Além disso, alguns sinais característicos da insuficiência venosa crônica são o aparecimento de vasinhos, varizes, inchaço e pigmentação cutânea.

As doenças venosas não são curáveis, mas respondem bem ao tratamento. Há muitos métodos de tratamento, mesmo em quadros clínicos avançados. Os mais importantes destes tratamentos são tratamento de compressão e cirurgia venosa.

Procure um angiologista.

Apesar da doença venosa ser tratável, ela é uma doença incurável, crônica e progressiva. Qualquer sintoma de doença venosa  mesmo em seu estagio inicial deve ser considerado sério, que se não tratado, pode levar ao agravamento dos sintomas e a complicações à saúde em geral e ao bem estar.

Aqui você tem tecnologia, eficiência e um atendimento incomparável. Marque sua consulta.